Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog recolhe e organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog recolhe e organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Friedenau - Visto de cima

Mäyjo, 31.03.16

 

Friedenau

0ecd5268-64a3-492d-9d14-8cf32932cc0a.jpg

Berlim, Alemanha

52 ° 29'00 "N 13 ° 22'00" E

 

Friedenau é um bairro nos subúrbios do sudoeste de Berlim, Alemanha. As ruas e praças de Friedenau são dispostos num desenho urbano geométrico conhecida como a figura de Carstenn.

Este tipo de planta é caracterizada por uma estrada circular, que é dividida por uma via central.

 

 

PRODUÇÃO DE AZEITONA PARA AZEITE DEVERÁ TER ATINGIDO 3.º MAIOR VALOR EM 75 ANOS

Mäyjo, 30.03.16

olival_SAPO

A produção de azeitona para azeite deverá ter atingido, em 2015, o terceiro maior registo dos últimos 75 anos, aproximando-se das 765.000 toneladas, de acordo com as previsões agrícolas Instituto Nacional de Estatística (INE). Este número revela também um aumento de 75% face à campanha anterior.

O INE adianta que estes resultados foram atingidos graças aos novos olivais intensivos de regadio instalados no sul do país, que permitiram ultrapassar a falta de chuva, prevendo-se a melhor campanha em cinco décadas.

O Alentejo aumentou a área de olival em mais de 13.000 hectares nos últimos dez anos com olivais intensivos, plantados com variedades muito mais produtivas e equipados com sistemas de rega.

Segundo a Lusa, as condições climatéricas de Janeiro, um mês que se caracterizou por ser extremamente quente e muito chuvoso, não tiveram impactos significativos nos trabalhos agrícolas.

“As sementeiras dos cereais de outono/inverno decorreram sem incidentes e estão praticamente concluídas, encontrando-se apenas por semear algumas áreas destinadas à cevada”, acrescenta o INE.

Para a aveia prevê-se um aumento da produtividade de 25%, face a 2015. Em geral, as temperaturas amenas deste Inverno permitiram boas germinações das searas de cereais de outono/inverno, que apresentam povoamentos homogéneos e bom desenvolvimento vegetativo, indicam as previsões agrícolas.

Foto: Rui Ornelas / Creative Commons

A casas de fadas sustentável

Mäyjo, 29.03.16

fadas_aENERGIA GEOTÉRMICA APERFEIÇOA CASA DE FADAS NORTE-AMERICANA

O mercado imobiliário norte-americano recebeu no início deste ano uma das suas mais intrigantes ofertas: uma moradia que imita as tradicionais casas de fadas, retirada de qualquer conto de Hans Christian Andersen ou irmão Grimm.

A casa foi terminada já em 2016, pode ser vista nas colinas de Ashland, no estado de Oregon, e remete-nos – toda ela – para a nossa infância. No entanto, ela é mais do que a união de uma casa de árvore e moradia moderna. Para além de vistas deslumbrantes para o monte Shasta, a casa de 825 metros quadrados fica numa propriedade rural rodeada de rios e com um clima moderado durante todo o ano – a região é também adorada pelos praticantes de birdwatching.

De acordo com o Inhabitat, a casa homenageia os povos indígenas norte-americanos e a sua comunhão com a natureza. A maioria dos materiais utilizados, como seria de esperar, podem ser encontrados naquela região. Por outro lado, a casa é aquecida e arrefecida pela energia geotérmica – a cereja em cima do bolo desta construção sustentável.

O andar de cima é composto por dois quartos – a suite tem um tecto de cedro e uma janela com vista para o vale, rico em biodiversidade; enquanto o segundo quarto possui também uma casa de banho com um amplo duche, onde se destacam os seixos naturais.

Um segundo edifício alberga uma piscina, aquecida pelo telhado de vidro que armazena o calor do sol. O único inconveniente é o preço: cerca de €7,4 milhões.

HAMBURGO PROÍBE CÁPSULAS DE CAFÉ E GARRAFAS DE ÁGUA NOS SERVIÇOS PÚBLICOS

Mäyjo, 28.03.16

 

capsulas_SAPO

A cidade de Hamburgo, a segunda maior da Alemanha, vai proibir a utilização de cápsulas de café e garrafas de água nos escritórios e instalações de serviços públicos, de acordo com o jornal francês Le Monde.

A nova legislação faz parte de um documento de 150 páginas chamado The Guide to Green Procurement – “O Guia para as Compra Ecológicas”, em português. O documento revela, em detalhe, as medidas amigas do ambiente que deverão entrar imediatamente em vigor em todos os serviços públicos de Hamburgo.

Entre as 150 regras estipuladas pelo documento está a proibição de todo o tipo de embalagens descartáveis, garrafas de cerveja, pratos e talheres de plástico. O documento elimina também a possibilidade destes serviços utilizarem produtos de limpeza à base de cloro, ambientadores poluidores, para além de implementar regras muito rígidas no que toca à iluminação e encorajar os trabalhadores a utilizarem os transportes públicos.

Segundo o Le Monde, todas estas medidas pretendem acabar com os gastos de dinheiro público em produtos ou acção que possam acabar por poluir a região. Desta forma, os habitantes de Hamburgo – os mais ricos da Alemanha – vão financiar uma revolução verde naquela cidade.

Ainda de acordo com o jornal francês, estas novas medidas só foram possíveis graças à forte presença regional do Partido Verde alemão. Recorde os primeiros resultados do projecto Building SPP, financiado pelo programa europeu Life+ e que pretende promover as compras públicas sustentáveis na Europa. Em Portugal, o projecto é coordenado pelo LNEG.

Foto: Joe Shlabotnik / Creative Commons

 

Pág. 1/8